07 Maio 2015

Volkswagen é premiada como a fabricante de automóveis mais inovadora da década

O Grupo Volkswagen destacou-se na décima apresentação anual do prêmio AutomotiveINNOVATIONS, atribuído por conquistas excepcionais na área de inovações na indústria automobilística, como um dos grandes vencedores da noite, recebendo o prêmio de “Fabricante automotivo mais inovador 2015”, assim como um prêmio especial como “Fabricante mais inovador da década”.

Os desenvolvedores do Grupo Volkswagen também obtiveram o primeiro lugar nas categorias "Veículo conectado", "Veículo conceito", "Propulsão convencional" e "Sistemas de segurança".

Os prêmios AutomotiveINNOVATIONS são atribuídos todos os anos pelo Center of Automotive Management (CAM – Centro de Gerenciamento Automotivo), em colaboração com a firma de auditoria e consultoria PwC (Pricewaterhouse Coopers).

“O Grupo Volkswagen se destaca pela expertise tecnológica superior e pelo amplo portfólio de marcas inovadoras”, foi a conclusão do último relatório do CAM, que este ano mais uma vez apontou o grupo sediado em Wolfsburg como a empresa automobilística mais inovadora. A força inovadora do Grupo durante toda a última década também foi destacada no estudo. A explicação oficial do CAM e da PwC para a concessão do prêmio foi o fato de que "1.251 inovações individuais, 212 delas pioneiras no mundo, foram desenvolvidas pela Volkswagen nos últimos dez anos. Os destaques entre elas incluem o XL1, uma plataforma para novas tecnologias; o Bugatti Veyron, o veículo de produção mais potente e veloz do mundo; os faróis de matriz de LEDs da Audi e a primeira caixa de câmbio com duas embreagens e sete velocidades produzida em série."

Na cerimônia de premiação, o Prof. Dr. Ulrich Hackenberg, membro do Conselho de Desenvolvimento Técnico da Audi e responsável pela coordenação do desenvolvimento intermarcas do Grupo Volkswagen declarou: "Eu compartilho este prêmio com os 600.000 empregados de todas as 12 marcas do Grupo Volkswagen na Alemanha e todas as nossas filiais ao redor do mundo. Eles estão criando a mobilidade de amanhã. O seu alto nível de especialização técnica, grande criatividade e excelente qualidade de trabalho tornam o Grupo Volkswagen líder em inovação no campo automotivo."

O Dr. Heinz-Jakob Neußer, membro do conselho de Desenvolvimento da marca Volkswagen e chefe de desenvolvimento de trens de força do Grupo Volkswagen afirmou: "A chave para o sucesso de uma empresa é sua força inovadora.  Continuaremos a expandir nossa liderança tecnológica e a superar os desafios técnicos do futuro com produtos sustentáveis."

O Grupo Volkswagen também garantiu o prêmio de melhor fabricante na categoria "Propulsão convencional".  Entre outros pontos, o estudo elogiou a alta proporção de inovações em motores, como as tecnologias start/stop e de recuperação de energia que permitem uma redução de consumo média de 14%. Além disso, a ampla gama de motores altamente eficientes chega às várias marcas do Grupo com muita rapidez.

O Grupo Volkswagen também reafirmou seu posicionamento pioneiro na categoria "Sistemas de segurança", graça aos seus numerosos sistemas de assistência e segurança. Muitas inovações estão sendo introduzidas no novo Audi Q7, incluindo o assistente de prevenção de colisões, o assistente de visão noturna (que reconhece animais e pessoas) e o assistente de tráfego em cruzamentos (que evita colisões com veículos ao entrar no fluxo do tráfego e em baixa velocidade).  Menções especiais também foram feitas aos destaques tecnológicos do atual Passat, que incluem o primeiro sistema de Assistência de Emergência do mundo e o novo Trailer Assist (assistente de reboque), que facilita a realização de manobras com trailers.

O estudo do CAM também revela a clara liderança do Grupo Volkswagen ao apresentar a maioria das inovações na categoria "Veículo conectado". Nesse sentido, a tendência tem sido o desenvolvimento de novos conceitos de operação e display, como o "Cockpit Virtual" do Audi TT. O conceito de controle do veículo do Volkswagen Golf R Touch, onde várias telas de toque substituem os controles convencionais, também foi elogiado.

O estudo também apontou um posicionamento importante no campo de "Veículos conceito / carroceria". No atual Passat, o uso de metais de baixo peso na carroceria e chassi permitiu uma redução de peso de até 85 kg. Mais ainda, os aços de alta resistência e o alumínio usados no Audi Q7 levaram a uma redução de peso de até 325 kg.  Na categoria "Veículos conceito", foi destacado o conceito Audi TT Sportback - uma mescla de carro-esporte e cupê de quatro portas.

O Centro de Gerenciamento Automotivo (CAM), localizado em Bergisch-Gladbach, é um instituto independente para pesquisa empírica de temas relativos ao automóvel e a mobilidade e promove o extenso estudo juntamente com a agência de consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC). Este ano, a análise abrangeu 18 grupos automotivos globais e um total de 53 marcas.

Nos últimos dez anos, o CAM tem acompanhado os novos desenvolvimentos em tecnologia veicular para identificar tendências futuras e perfis de inovação nas empresas automobilísticas globais, em várias categorias.

Fonte: Imprensa VW